José Castelo Branco falta a julgamento por furto de perfume e é multado

José Castelo Branco falta a julgamento por furto de perfume e é multado

José Castelo Branco deveria ter comparecido em tribunal para responder pela acusação de roubo de um perfume numa loja do aeroporto, mas faltou sem avisar.

José Castelo Branco deveria ter comparecido em tribunal para responder pela acusação de furto de um perfume numa loja do aeroporto de Lisboa, a 11 de dezembro de 2019.

Segundo o Jornal de Notícias, o socialite faltou sem avisar, sendo, por isso, alvo de multa por falta de comparência. Esta não é a primeira vez que José Castelo Branco falha o julgamento do processo em que está a ser acusado de furtar, depois de ter falado na audiência que estava marcada para 15 de fevereiro passado. Nesta data, o marchand de artes encontrava-se em Nova Iorque, nos EUA.

Nessa altura, o socialite enviou um pedido ao juiz para não estar presente, por alegadamente estar em Nova Iorque a fazer um tratamento por sofrer de stress pós-traumático. Castelo Branco contou que o seu advogado iria no seu lugar, mas este também não marcou presença.

De recordar que este episódio aconteceu quando José Castelo Branco se preparava para embarcar rumo aos Estados Unidos, no aeroporto de Lisboa. Depois da polémica, relatou o sucedido com os seus seguidores nas redes sociais. “Estou aqui parado no aeroporto, porque a menina onde eu ia pôr perfume da Dior foi chamar a segurança para ficar famosa. A pindérica disse que eu estava a roubar. Agora estou aqui. Imagina a passar por ladra. Isto não é normal”, disse, nas Stories da sua conta de Instagram.

“Vocês acreditam que agora eu estou detida, nem sequer vou poder embarcar? Esta gente é louca. Ela quer ficar famosa, a empregadota. O que é que se vai fazer?”, acrescentou.

This content was originally published here.

Related Posts

Leave a Reply